Muitas pessoas confundem as peças para artesanato de resina com as de gesso, já que ao primeiro olhar elas são muito parecidas. Ambas são utilizadas para produzir apliques, molduras, esculturas, puxadores, bandejas e uma infinidade de produtos que podem ir até onde a criatividade chegar!

No entanto, o processo de fabricação e as características desses produtos são bem distintos, fazendo com que tenham diferentes aplicações.

O gesso, material cerâmico, é um pó mineral aglomerante produzido a partir da gipsita.

Resina de poliéster cristal – Muito usada em joalharia devido à sua transparência, resistência e diversidade de acabamentos e cores

Já a resina, material polimérico, é um composto orgânico líquido derivado do petróleo e possui diversas classes, como acrílica, poliéster e epóxi. Logo, enquanto o gesso em seu estado bruto é sólido, a resina é líquida.

O gesso, além de ser utilizado para artesanato, é muito usado na construção civil, principalmente para decoração de ambientes. A resina, pela diversidade de tipos e classes, acaba se tornando um material mais versátil com várias aplicações como: vernizes para pintura de automóveis, aplicações industriais, utilização  em moldes feitos de fibra de vidro, joalharia, acessórios decorativos, isolantes, capacetes de segurança, lentes e muitas outras!

 

Peças de resina com diferentes corantes e técnicas de produção

O modo de preparo das peças para artesanato do gesso e da resina também são bem diferentes. Peças em gesso são bem simples, basta adicionar água ao gesso e deixar repousar por um ou dois minutos a fim de absorver a água. Depois deve-se misturar com vigor até a mistura ficar homogênea e sem caroços e em seguida despejar na forma. Espere até secar e pronto!

Resina com acabamento em mármore

Já a resina dá um pouco mais de trabalho. Ela geralmente é translúcida, podendo ser de tonalidade verde, marrom ou até transparente como a resina de poliéster cristal. Com isso é necessário misturar carga mineral, corante (geralmente o branco) e o catalizador, que vai acelerar a transformação da mistura de líquida em sólida, através do processo químico de cura. Depois de misturar é só despejar na forma e esperar o endurercimento. Nesse processo a temperatura da resina sobe muito, chegando a ultrapassar os 100 graus Celsius!

Como vimos, mesmo que sejam aparentemente parecidas, a origem e o processo de produção são muito diferentes, fazendo com que as características das peças sejam díspares. Quando se pega nas peças nota-se que o gesso esfarela na mão enquanto a resina não. Com relação à resistência, observa-se que a resina é muito mais resistente em comparação ao gesso, mas como a matéria prima é mais barata e o processo de produção mais simples, as peças em gesso costumam sair mais em conta.

Logo, a vantagem do gesso é o menor preço enquanto a vantagem da resina é a maior qualidade e durabilidade das  peças e a maior versatilidade de acabamentos possíveis!

 

Porta Escovas de Dente em resina cristal
Porta Escovas de Dente em resina com carga e corante branco
Porta Escovas de Dente
Consegue adivinhar na foto qual é de gesso e qual é de resina? À direita em resina e à esquerda em gesso. Parecidas para quem olha, mas muito diferentes para quem as toca.